Rayka Zehtabchi, cineasta


Oscar // "Não acredito que um filme sobre menstruação ganhou o Oscar". Foi assim que Rayka Zehtabchi , começou seu discurso após ganhar o Oscar de Melhor Documentário Curta-Metragem por 'Absorvendo o Tabu' (Period. End of Sentence., o título original), neste domingo (24). A obra mostra alguns dos problemas que as mulheres de uma comunidade rural da Índia passam com a estigmatização e marginalização do período menstrual.


Segundo publicado pelo 'Não Me Kahlo', por exemplo, 77% das mulheres indianas usam pedaços de pano velhos para absorver o sangue do período menstrual, que muitas vezes é reutilizado a cada mês, além de recorrerem às vezes ao uso de cinzas, jornais, folhas secas e areia para ajudar na absorção. O documentário é curto, mas poderoso. E está disponível na Netflix.


Para ver hoje.


♥ No Instagram: @rayka.zehtabchi

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo